segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – DEZEMBRO (6)

As anteriores aqui

Angra do Heroísmo - Porto das Pipas (1.ª década do século xx)

1.1871- É inaugurada em Angra do Heroísmo a primeira Biblioteca Pública dos Açores.

2. 1900- É superiormente resolvido que as farmácias não estão sujeitas ao pagamento de imposto de licença para porta aberta depois das 21h00.

3.1900- Abre no Caminho do Recanto, no Porto Martins (Cabo da Praia) na ilha Terceira a Escola de Santa Margarida.

4. 1925- A Igreja de Nossa Senhora da Pena e outras casas na freguesia das Fontinhas são fortemente danificadas por um ciclone.

5.1900- É eleito presidente da direcção do Montepio Terceirense o Sr. José Sebastião do canto e Castro.

6. 1832- É concedido á Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, pelo ministério do Reino, a antiga cerca do Convento da Esperança para ali funcionar a Praça do Mercado.

7.1901- É promovido a engenheiro de 1ª classe do quadro do Ministério das Obras Publicas o Sr. Luiz Merens de Távora. 

8. 1962- A freguesia de Agualva, concelho da Praia da Vitória, é atingida por uma forte enxurrada.

9.1901- A comissão administrativa da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo decide subsidiar com 200#000 reis anuais a manutenção do ginásio escolar que a Junta Geral vai construir no Liceu daquela cidade.

10.1903- São oferecidas por Sua Majestade El-rei Dom Carlos ao lavrador terceirense Sr. José Sequeira dois exemplares da raça Jersey ou Alderney: um touro de 2 anos e uma vaca de 3 anos incompletos.

11.1847- Chega à ilha do Faial a Corveta D. João I.

12.1902- Vende-se leite de vaca puro: natado a 120 reis a canada, desnatado a 40 reis a canada, na Fabrica de Manteiga de Alfredo Mendonça & C.ª, na Rua D. Infante Luiz vulgo Rua dos Cavalos, em Angra do Heroísmo.

13. 1903- O tenor Joaquim Tavares actua em Angra do Heroísmo.

14. 1889 – A comissão recenseadora eleitoral do concelho de Angra do Heroísmo elege José Mendes de Sousa para presidente da assembleia da mesa eleitoral da freguesia de Santa Bárbara

15.1886- Nasce na freguesia dos Altares, concelho de Angra do Heroísmo, Maria de Jesus Gonçalves, “ A Maria Gregório”, apreciada poeta a cantadeira/improvisadora. 

16. 1900- É nomeado farmacêutico do Hospital d’Angra o Sr. Teotónio Mendes.

17. 1902- É transferido para a Diocese de Lamego o Sr. D. Francisco José, Bispo d’Angra.

18.1903- A análise de sementes de amendoim mandadas efectuar pala Junta Geral na Estação Química- agrícola, dá o seguinte resultado: Óleo, 45, 46%; matérias orgânica 43,75%; matérias minerais 2,29 % e água 8,50%.

19.1900- A Câmara Municipal d’Angra resolve adquirir nova mobília para o Salão Nobre dos Paços do Concelho

20. Realiza-se o casamento do Sr. Manuel Joaquim d’Andrade, sócio da empresa editora Sousa&Andrade, com a Dr.ª D. Inês Lounet.

21.É assinado o decreto nomeando secretário da Câmara Eclesiástica o Sr. José Maria Sodré Jr. 

22.1900- Continua toureando em diversas praças de toiros do continente o bandarilheiro Francisco José da Cruz, conhecido na sua terra natal, a ilha Terceira, por “Torrado de Milho”. A imprensa continental tece-lhe grandes elogios.

23.1902- Estão actualmente no Seminário d’Angra 157 alunos, frequentando também as aulas 12 alunos externos.

24.1890- É inaugurado em Angra do Heroísmo o Orfanato São João Baptista.

25.1903- Existem no concelho da Praia da Vitória, gado cavalar: 320 cabeças; muar: 180; asinino: 10; vacum: 10.000; lanígero: 4.000;caprino: 600; suíno: 6.000.

26.1903- O “queijo londrino”fabricado pela Empresa Açoriana de Queijos e Manteiga é vendido a 600 o quilo, em Angra do Heroísmo, no depósito da Fábrica de Tabacos Micaelense.

27.1989- Falece, em Lisboa, Fernando Joaquim Navega dos Santos, Capitão da Força Aérea Portuguesa.

28.1902- Encontra-se na baía de Angra o vapor “Prinz Eitel Friedrich” que transportará para os E. U. da América do Sul 190 passageiros, sendo 66 homens, 50 mulheres e 74 crianças de menos de 13 anos.

29. 2012- É baptizada na Ermida do Espírito Santo, freguesia dos Biscoitos, Magdalena de Brum Sotelo Castañeda.

30.1902- A Câmara d’Angra tem a concorrer para as despesas de Instrução Primária, no próximo ano de 1903, com 7. 998#743 reis insulanos.

31. 1890- Encontram-se na ilha Terceira registadas 149 embarcações de pesca, 36 de catraiar e 22 de recreio.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya

domingo, 23 de novembro de 2014

Compilação da imprensa (46)

O anterior  aqui

Clicar nas imagens 
Verdelho de barco dos Biscoitos para as Armadas das Índias...
In Boletim da Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos
 Ilha Terceira -Açores. Ano V N.º 5 . 2000


Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

Produtores engarrafadores e produção de vinho nos Biscoitos em 2012-  Aqui





sábado, 15 de novembro de 2014

Produção de vinho nos Biscoitos em 2014

"Haver havia... agora é que já não há"- legenda da foto

Segundo um vinhinho marinheiro a quantidade de vinho produzido por produtores/engarrafadores nos Biscoitos e outros vitivinicultores este ano foi superior à do ano passado, "andando à volta" de 18.700Litros de castas brancas europeias (Vitis vinífera) e 68.300 Litros de castas de produtores directos e híbridos (“Vinho de Cheiro”). Colheitas dos anos anteriores aqui.

domingo, 2 de novembro de 2014

226 touradas à corda em 2014 na Ilha Terceira


Toiro 31 do criador Rego Botelho (RB) 
Local: Museu do Vinho da Casa Brum (Biscoitos), no dia 22 de Setembro.
Altura do muro: 1, 90 m.
Foto: Paulo Gil, com a devida vénia

sábado, 1 de novembro de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS - NOVEMBRO (6)

As anteriores aqui

Angra do Heroísmo. Rua da Sé. O professor Álvaro de Castro Meneses à conversa com o Sr. Capitão António Maria da Silva Mendes na porta da Loja do Buraco.

1.1902- Principia a venda de leite de vaca, puro, a 120 reis a canada, na Fábrica de Manteiga de Alfredo de Mendoça & C.ª- Rua do Infante D. Luiz n.28 (vulgo Rua dos Cavalos), das 07 às 10 horas e das 17 às horas.

2.1900- Na Farmácia do Sr. Manuel Eusébio de Sousa, na Rua da Sé, encontra-se exposta uma linda colecção de crisântemos.

3.1903- Encontra-se em Angra do Heroísmo, de passagem para a Horta, o tenor Sr. Joaquim Tavares.

4. 1903- O tenor Joaquim Tavares actua na ilha do Faial.

5.1901- O produto geral da caça à baleia nos Açores, este ano, foi de 200.950#190 reis.

6.1903- A Empresa Insulana de Navegação vai mandar construir um vapor para substituir o “Açor”. Os planos são como os do “Luso” e do “Funchal”, feitos pelo Sr. Guilherme Serrão Arnaud.

7.1903- O barítono terceirense João dos Reis Neves é muito aplaudido durante um sarau no “Hotel Açoreano” em Ponta Delgada.

8.1901- O Sr. Mateus José da Rosa realiza importantes melhoramentos no seu estabelecimento. (actual “Athanázio”). 

9.1903- É pedida em casamento pelo professor Álvaro de Castro Meneses a Sr.ª D. Mariana da Silva Mendes.

10.1931- Falece na cidade de Ponta Delgada Mont'Alverne de Sequeira, médico e político. 

11.1901- O produto geral da pesca nos Açores foi de 200: 950#250 reis

12.1901- Assume a direcção da Escola de Desenho Industrial e da aula de desenho do Liceu Nacional d’Angra, no impedimento do Sr. Ciriaco Tavares da Silva, o Professor Álvaro de Castro Meneses.

13.1854- Nasce na freguesia da Sé d’Angra Mateus José da Rosa Júnior. Proprietário do Café Matesinho/pastelaria (actual Athanásio), Técnico na Intendência de Pecuária. Foi distinto cavaleiro amador.

14.1903- Vinda de Inglaterra, no “Açor” chega à ilha Terceira uma vaca da raça Schorton, adquirida pela Junta Geral. O animal foi entregue, mediante algumas condições, ao lavrador José Luis Sequeira que há muito se vem dedicando à exploração daquela raça. 

15.1902- A “Casa Palhares” expõe em Ponta Delgada medalhas executadas nos seus ateliers, segundo desenho do micaelense Sr. José Tavares Carreiro. São de bronze, bronze  prateado e bronze dourado, tendo de diâmetro 55 milímetros.

16.1942- São apresentados os Estatutos do Instituto Histórico da Ilha Terceira - IHIT.

17.1900- A produção de vinho do corrente ano na Graciosa foi de 2.500 pipas, tendo já saído da Ilha 1.000.

18.1903- A Câmara Municipal de Angra dói Heroísmo recebe de Lisboa o projecto para a reconstrução do Mercado Duque de Bragança. O autor do projecto é o desenhador de 1.ª classe do Ministério das Obras Públicas, Sr. Hermenegildo Augusto de faria Blanc. 

19. 1847- Encontra-se fundeado no porto da Horta o brigue inglês Harriet

20. 1971- O Banco Português do Atlântico abre uma delegação na Base das Lajes. 

21.1901- Realiza-se em Angra a festa de Nossa Senhora da Saúde. Ontem, na Praça Velha, a iluminação esteve muito concorrida, tendo actuado a Filarmónica Recreio dos Artistas sob a batuta do seu director Sr. João de Sousa Ribeiro.

22.1903- A Junta Geral do distrito d’Angra dá parecer favorável à instalação de um pequeno laboratório anexo à estação Químico-agrícola. 

23. 1903- A matricula na Escola de Desenho Industrial d’ Angra no corrente ano lectivo – Instrução primária, 1ª classe: 57 alunos; 2.ª classe 32. Desenho geral: 1.º ano, 55; 2.º ano, 35. Desenho Especial, Ornamental e Modelação 2; Arquitectónico, 1; maçanico, 1; Total das inscrições: 183.Nos anos anteriores foi maior o número de alunos, porque se contaram os suplentes admitidos depois da 1.ª matrícula para as vagas dos que perderam o ano, o que não sucede agora. 

24.1879- Nasce na freguesia de Santa Bárbara, concelho de Angra do Heroísmo, João Cardoso da Rocha, “O João Canoa”, apreciado mestre ferreiro e igualmente cantador/improvisador.

25.1903- O General José Belchior Pinto Garcez é transferido por vingança política para o governo da Fortaleza de São João Baptista em Angra do Heroísmo, tendo como ajudante de campo o capitão Luis Nunes.

26.1903- O conselho director da União das Fábricas Açoreanas do Álcool, com sede em Ponta Delgada, resolve de acordo com os colegas da Terceira, os Srs. Frederico A. Vasconcelos e Henrique de Castro, que as fábricas daquela Ilha laborem e que façam experiências culturais de beterraba. 

27.1900- Encontra-se já Horta o destacamento de Infantaria 26, sob o comando do Sr. Capitão Mota que vem render o de Infantaria 25 que aqui se encontra há já um ano.

28.1900- é promovida á 2.ª classe a Sr.ª D. Maria Teodora d’Ornelas, professora da Escola de Habilitação ao Magistério.

29.1902- O Sr. Mateus José da Rosa pede em casamento D. Maria Elvira da Silva Mendes, filha do Sr. José Mendes de Sousa, natural e residente na freguesia de Santa Bárbara, concelho de Angra do Heroísmo.

30.1902- Foram caçadas nos mares dos Açores 102 baleias no valor de 21: 866#000 reis, as quais produziram 47.346. 929 litros de óleo (“azeite”).

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya

terça-feira, 28 de outubro de 2014

MUSEU DO VINHO DE MACAU destaca vinhos açorianos

O INTERESSE DO MERCADO CHINES


 Situado no Centro de Actividades Turísticas, lado a lado com o Museu do Grande Prémio de Macau (dedicado às provas e corridas automobilísticas), está o Museu do Vinho de Macau. Inaugurado pelo último Governador, em 1995, o espaço possibilita ao seu visitante, maioritariamente chinês, o visionamento das diversas fases da produção vinícola, focada sobretudo no nosso País. Podem ser encontradas 1115 marcas de vinhos portugueses, dentro das quais diferentes casas e adegas açorianas. Com efeito, o arquipélago tem uma secção que lhe é inteiramente dedicada: Uma garrafeira com os diversos vinhos (tranquilos e generosos) produzidos na região e área de provas.
 O Museu exibe ainda trajes das diversas confrarias do Vinho e de trajes regionais portugueses. Os Açores fazem-se representar pelo traje da Confraria do Vinho Verdelho dos Biscoitos, que há quinze anos marcara também ela presença na inauguração deste espaço.

 O interesse do mercado chinês pelos vinhos portugueses




O interesse pelo vinho está a crescer entre a população macaense. Aumentaram as importações, o consumo e a formação profissional na área. 
As importações para Macau cresceram sobretudo a partir do momento em que foram removidas as tarifas alfandegárias de 15 por cento em 2008. Consequentemente, o vinho ficou mais barato, aumentando o número de lojas e locais de venda. 
França seguida por Portugal são os principais países de origem do vinho importado. O vinho tinto representa cerca de 90 por cento das importações. Portugal continua a ser o principal país de origem de vinho branco, em termos de volume, com 214.353 litros importados entre Janeiro e Outubro de 2013 (279.910 no mesmo período em 2012). 



quarta-feira, 1 de outubro de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – OUTUBRO (6)

As anteriores » aqui 

Angra do Heroísmo - Fotografia de Arnaldo Bettencourt/Foto-Lilaz

1. 1860- É inaugurada a Biblioteca do Liceu Nacional de Angra do Heroísmo. Possui cerca de 4.000 volumes. Por portaria de 25 de Janeiro de 1835 foram ali mandados reunir os volumes das livrarias dos extintos conventos do distrito. Está instalada na sala da antiga livraria do Convento de S. Francisco. Foi o comendador José Maria da Silva Leal, governador civil, que, consegue aproveitar os livros mandados ali reunir pela portaria citada, estabelece a Biblioteca conforme os decretos de 17 de Novembro de 1836 e 10 de Abril de 1860.

2. 1902- O Sr. Francisco Joaquim Moniz de Bettencourt (Mendo Bem), oferece à Biblioteca de Angra do Heroísmo, uma valiosa colecção de mais de três mil livros que faziam parte da sua biblioteca. 

3. 1900- A Assembleia Angrense está provisoriamente instalada na casa nº 17 da Rua de S. João.

4. 1964- É fundado no Pico da Urze, na freguesia de São Pedro de Angra, o Colégio de Santa Clara.

5.1900- A produção de vinho deste ano na ilha Graciosa foi de 2.500 pipas.

6. 1902- Regressa a Lisboa o maestro e professor do Real Conservatório o Padre Tomaz Vaz de Borba.

7. 1900-Regressa do continente onde toureou na Praça de Toiros de Algés o bandarilheiro terceirense Luís Canário. Os toiros terceirenses não tiveram as melhores referências dos críticos da especialidade.

8. 1902- Fixa residência no Seminário d’Angra, assumindo a direcção daquele estabelecimento de instrução o governador do Bispado o Deão Dr. José dos Reys Fisher.

9. 1900- A “Nova Empresa Angrense de Destilação” recebe cerca de 500 toneladas de carvão, vindas no vapor “Peninsular”.

10. 1902- A Camara Municipal d’Angra resolve que o álcool desnaturado não está compreendido na tabela dos seus impostos, sendo portanto, isento de tributação.

11.1903- Realiza-se na Praça de Toiros de São João, em Angra do Heroísmo, uma corrida de touros a favor do Império da Caridade.

12.1834- Nasce em Angra António Ramos Moniz Corte-Real, médico e distinto jornalista, fundando “O Correio da Terceira” assim como outras instituições sócio/culturais.

13.1847- Encontra-se no porto da Horta o vapor inglês “Clyde”.

14.1902- Reassume o comando do “Açor” Carlos Pereira vidinha.

15. 1902- Os directores de classe no Liceu Nacional de Angra do Heroísmo, no actual ano lectivo: 1.ª classe: Director, Padre José Pedro Soares, secretário, António de Amorim Pires Toste; 2.ª classe: - Director, Mgr. António Mariano de Sousa, secretário, Ciríaco Tavares da Silva; 3.ª classe: - Director, José augusto dos Santos, secretário, Dr. José da Silva Maya; 4.ª classe:- Director, Dr. Manuel António Ferreira Deusdado, secretario, Diogo Paim de Bruges; 5.ª classe: Padre Eugénio A. de Oliveira, secretário, Dr. João Torquato Coelho Rocha.

16.1900- Vindo da ilha Terceira encontra-se na ilha de S. Miguel o tenente-coronel Lopes Banhos inspector do material de guerra nos Açores.

17.1900- É nomeado guarda da Biblioteca do Liceu d’Angra o Sr. Manuel de Sousa Ribeiro.

18.1902- É colocado na alfândega de Angra do Heroísmo o aspirante das alfândegas Sr. D. Pedro Brito do Rio.

19.1971 – Falece em Angra do Heroísmo João dos Santos Oliveira, mais conhecido por “João dos Ovos”. 

20.1903- É nomeado comandante do vapor Funchal o angrense Sr. Henrique de Brito do Rio, oficial da Marinha Mercante. 

21.1902- Encontra-se em Ponta Delgada a fim de presidir ao júri dos exames na Escola dos Corte – Reais o capitão-de-fragata Amaro de Azevedo Gomes, chefe do Departamento Marítimo de Oeste.

22. 1902- Grassa a febre tifoide na Vila de São Sebastião (ilha Terceira) com vinte casos durante a derradeira semana.

23.1903- Abre ao público em Angra, na esquina das ruas da Sé e D. Luiz, o “Café – Restaurante” propriedade do Sr. António José Ferreira.

24.1900- Encontra-se na Horta em comissão de serviço o capitão de infantaria Sr. João Borges Alpoim do Canto.

25.1900- Já se encontra à venda o livro de contos ”Saudades” do escritor terceirense Gervásio Lima, edição e composição da Tipografia Sousa&Andrade.

26.1900- Deixa de funcionar o mercado de peixe seco na Rua da Sé.

27. 1966 – Falece na freguesia dos Altares, concelho de Angra do Heroísmo, Teresa de Jesus Gonçalves, “A Maria Gregório, distinta cantadeira/improvisadora.

28.1901- Encontra-se à venda em Angra do Heroísmo, vinho da ilha Graciosa, da lavra de Dioclésio Gabriel a 250 reis a garrafa (só o líquido).

29.1863- Abre ao público no Palácio do Governo Civil, em Angra do Heroísmo, a primeira exposição industrial e agrícola. 

30.1902- O Sr. Vieira Mendes é nomeado agente, em Angra do Heroísmo da “Dominion Line S.S. Co.”

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya


sexta-feira, 5 de setembro de 2014

CAROLINA BRANCO, UMA ARTISTA


 CAROLINA DE BRUGES BETTENCOURT MENESES BRANCO natural da freguesia de Nª. Srª. da Conceição, Angra do Heroísmo, onde nasceu a 22 de Maio de 1992, fez os seus estudos primários e secundários nesta cidade e licenciou-se em conservação e restauro de pintura pela Escola Superior de Artes Decorativas - Fundação Ricardo Espírito Santo Silva, Lisboa e está a concluir o seu mestrado em conservação e restauro de Bens Culturais na Universidade Católica, Campus Foz, Porto.
Cedo começou a moldar figuras em materiais plásticos, incluindo o barro, e a dedicar-se à pintura a óleo. Tem participado em exposições colectivas.
Carolina Branco terá recebido algumas influências de seu pai que tem como hobby o restauro, sobretudo de móveis, em madeira, e do seu avô materno que foi importante coleccionador de objectos de arte, incluindo antiguidades.


O presente retrato a óleo foi feito o mês passado para ser ofertado ao tio materno, Jácome de Bruges Bettencourt no seu sexagésimo oitavo aniversário, a 5 de Setembro de 2014. Pintou outros para colegas seus.




Carolina Branco tem realizado visitas de estudo relacionadas com estes interesses, no país e estrangeiro.
É com enorme satisfação que vemos um número considerável de jovens terceirenses a produzirem arte, após fazerem formação superior.
A. da H.


terça-feira, 2 de setembro de 2014

XXIII Festa da Vinha e do Vinho dos Biscoitos



O Grupo de Baile da Canção Regional Terceirense irá realizar, uma vez mais, em colaboração com o Museu do Vinho da Casa Agrícola Brum, mais uma edição da “Festa da Vinha e do Vinho dos Biscoitos” que este ano conta com a sua XXIII edição. Este evento, que se realiza nos dias 5 e 6 de Setembro, pretende ser um momento de reflexão e convívio em torno do mundo vitivinícola que marca aquela região vinhateira dos Açores. Desta forma, realizar-se-á um colóquio em que a temática báquica funcionará como base e será recriado o processo antigo da vindima da ilha Terceira. 

PROGRAMA 

Sexta-Feira, Dia 5 de Setembro de 2014 

- 21h00 – Colóquio “O vinho na poesia popular” 
Orador: Eng. José Eliseu 
Seguir-se-á um “Biscoitos d’Honra” com o patrocínio da Casa Agrícola Brum e Animação Musical 

Sábado, Dia 6 de Setembro de 2014 

“Vamos vindimar” 

- 14h00 – Saída do Museu do Vinho para a vinha; 

- 15h00 – Carregamento das uvas e regresso ao Museu do Vinho; 

- 16h00 – Pisa das uvas; 

- 16h30 – Bênção e prova do mosto; 

- 17h00 – Jantar dos Vindimadores; 

- 18h00 – Baile e animação musical. 

Confecção do Jantar, Baile e Animação Musical a cargo do Grupo de Baile da Canção Regional Terceirense. 

NOTA: A entrada no “Jantar dos Vindimadores” será permitida apenas a quem possuir uma taladeira (peça de barro que estará à venda no local).



segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Touradas à corda na Ilha Terceira - Setembro de 2014

Clicar na imagem para ler o calendário das touradas


EFEMÉRIDES AÇORIANAS – SETEMBRO (6)

As anteriores » aqui

Angra do Heroísmo, 1901. Monte Brasil. Regimento de Infantaria

1.1924- Nasce na freguesia dos Biscoitos Fernando Linhares Brum

2.1900- O micaelense Dr. José de Sousa Bettencourt é nomeado lente da escola médica de S. Francisco – Califórnia. Sendo o primeiro homem de ciência português a ocupar uma cadeira universitária nos E.U.A., tal como o primeiro português formado em medicina e direito naquele país.

3.1900- As vinhas na ilha Graciosa, uma vez mais, produziram em grande abundância.

4.1900- Está na ilha de São Miguel o Sr. Diocleciano de Bettencourt, proprietário de “O Graciosense”.

5.1889- Nasce na Arrochela, freguesia dos Biscoitos, Francisca de Jesus Vieira, “A Tia Chica”, aquela que viria a ser uma apreciada cantadeira/improvisadora.

6. 1857- Realiza-se em Angra do Heroísmo a primeira exposição de gado.

7.1902- O centenário relógio da igreja da Sé d’Angra encontra-se avariado, apesar da dedicação do mestre relojoeiro Sr. Ayres da Cunha Sotto-Mayor.

8. 1903- O Sr. Francisco Paula Pimentel Correia expõe trabalhos fotográficos da sua autoria em vitrinas de alguns estabelecimentos comerciais d’ Angra.

9. 1902- Encontra-se na baía d’Angra o navio Belgrano.

10.1863- É criado por decreto o curato da Feteira, com o nome oficial de Nossa Senhora das Mercês.  

11.1865- Nasce, na ilha Terceira, Maria Teodora Pimentel, aquela que viria a ser a primeira mulher diplomada em medicina.

12.1900- Encontra-se em Angra o Sr. Paula Moura, proprietário e director da Fábrica de Fundição de Ponta Delgada.

13.1971- Inicia-se a cimeira do atlântico: encontro entre os Presidentes dos Estados Unidos e da França, Richard Nixon e George Pompidou. 

14.1902- São oferecidos pelos lavradores e pastores da Serreta aos forasteiros que visitam esta freguesia, durante os seus tradicionais festejos, 1.400 copos de leite espumante e quente, mugido na ocasião, de setenta e cinco vacas. 


16.1900- É reconduzido como director da repartição da fazenda do concelho de Angra o Sr. Jácome de Bruges.

17.1900- É colocado no Regimento de Infantaria 25 o sargento-ajudante João Carlos Moniz.

18.1794- A freguesia da Fonte do Bastardo é atingiada por uma tromba de água.

19.2010-  O navio - escola "Danmark", pertencente à Coroa Dinamarquesa encontra-se atracado ao cais do Porto das Pipas da Cidade Património um dos mais carismáticos veleiros do Mundo. 

20. 1902- Encontra-se à venda em Angra do Heroísmo vinho da ilha Graciosa, colheita de 1900, a 200 reis a garrafa (só o líquido). 

21.1900- É nomeado escrivão da comarca da ilha Graciosa o Sr. António Simas de Mendonça.


23.1903- O tempo chuvoso tem prejudicado as festas da freguesia dos Biscoitos.

24.1887- Francisco Maria Brum, natural da freguesia de Agualva, casa com Rosa Augusta Borges de Meneses, natural das Fontinhas, onde passaram residir.  

25.1903- O Sr. Evaristo Gabriel instala no depósito de tabacos da Fábrica Micaelense, na rua da Sé, uma frutaria onde expõe à venda produtos continentais e indígenas.

26.1900- A Câmara Municipal de Angra do Heroísmo resolve que só à noite se proceda à varredura das ruas da cidade.

27.1847- Está no porto da Horta a barca americana “Barcley”.

28.1900- Realiza-se na Catedral d’Angra um Te-Deum em acção de graças pelo aniversário de Suas Majestades ao qual assiste a filarmónica micaelense “Rival das Musas”. Hoje a amanhã a “Rival das Musas” abrilhantará as festas de S. Carlos.

29.1863- Abre ao público, no Palácio do Governo Civil uma Exposição Industrial Açoriana, promovida pela Sociedade Agrícola do Distrito d’Angra.

30.1806- Nasce na freguesia da Sé d’Angra Francisco Jerónimo da Silva, notável advogado.

31.1903- É analisada a água mineral, situadas em frente da igreja das Quatro Ribeiras, na direcção do ilhéu do Frade (ilha Terceira), pelo químico da Estação Químico - agrícola d’Angra do Heroísmo. Conhecidas por “Águas Santas” pelos excelentes que resultados que tiraram do seu uso gente de toda a Ilha.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – AGOSTO (6)

As anteriores aqui

Angra do Heroísmo. Alto das Covas

1.1736 - A Câmara da Praia, consultada pela de Angra, responde negativamente ao aumento da moeda, atribuindo-lhe novo valor, sem permissão régia.

2.1782- Nasce na ilha Graciosa António da Cunha Silveira de Bettencourt, 1.º Barão da Fonte do Mato, militar e político.

3.1900- É proibida a exportação de trigo na ilha Graciosa.

4.1903- São arrancadas em Angra as árvores que guarnecem a rampa da Rua da Esperança.

5.1900-Cada encomenda postal de Portugal, Madeira e Açores, para as cidades do Rio do Janeiro, Recife e S. Salvador, está sujeita ao porte de 975 reis em selos e tem de ser acompanhada de uma declaração para a alfândega. Não deve exceder o peso de 3 quilos nem 60 centímetros em cada uma das suas facções.  As expedições efecuam-se pelos paquetes da Mala Real Portuguesa e das companhias inglesas “Royal MailSteam Pachet” e “Pacifie Steam Navogation”. 

6.1902- O capitão de fragata engenheiro hidrográfico Schultz Xavier determina o ponto de colocação do farol na Ponta do Queimado na freguesia da Serreta, que ficará a 84 metros sobre o nível do mar.

7.1900- É vendido em Angra do Heroísmo vinho de cheiro da lavra de Evaristo Gabriel a 200 reis a canada.

8. 1860- A pedido da Câmara Municipal de Angra, como consta das actas do passado dia 4 e do dia de hoje, passa o Largo das Covas a denominar-se de 11 de Agosto e o do Colégio de Largo Prior do Crato.

9.1902- Alguns negociantes da ilha Terceira mandam buscar a Lisboa 20 moios de milho.

10.1903- A Câmara Municipal da Vila do Nordeste, toma a iniciativa do estabelecimento da indústria das rendas na ilha de S. Miguel, mandando vir mestras da ilha da Madeira.

11.1928 Nasce na freguesia do Salão, na Ilha do Faial, o cónego José Garcia.

12. 2010 -  Google capta imagens das ruas e canadas nos Biscoitos para a aplicação “Street View”.

13. 1900- Encontra-se em serviço fiscal na ilha de S. Jorge o Sr. Veríssimo J. d’Andrade, comandante da Guarda Fiscal em Angra. 

14. 1861- É criado por decreto o Curato da Serra (Santa Rita) na Serra de S. Tiago, Praia da Vitória.

15. 1900- Realiza-se em Angra uma tourada na Praça Espírito Santo.

16.1900- Realiza-se em Angra, com acostumada pompa, a festa e procissão de Nossa Senhora do Monte do Carmo.

17.1922- É firmado o primeiro registo de casamento no posto de Registo Civil da freguesia das Fontinhas, ilha Terceira.

18.1900- É nomeado delegado de saúde do distrito de Angra o médico Manuel A. Lino Jr.

19.1900- Encontra-se à venda no depósito da Fábrica de Tabacos Micaelense, na Rua da Sé, vinho de cheiro da lavra do Sr. Evaristo Gabriel, a 200 reis a canada.

20. 1911 – Falece na ilha de S. Miguel Francisco Maria Supico, jornalista, investigador, maçom e político. 

21.1949- É realizada a primeira experiência da Rádio Lajes, na ilha Terceira.

22.1920 – Nasce em Angra do Heroísmo, Manuel Coelho Baptista de Lima (BPARAH)

23.1884 - A Câmara Municipal de Angra do Heroísmo inaugura o Mercado D. Maria Pia, projectado pelo major de engenharia António Belo de Almeida. Para tal foram expropriadas as casas dos Srs. José Maria Branco e Manuel José Botelho, pela quantia de 2:390 # 000 reis.

24.1902- De passagem para a Horta, encontra-se no porto de Angra do Heroísmo o iate “Princesse Alice” do Príncipe de Mónaco. Na companhia de S. Alteza desembarcam os Srs. Buchanan (Universidade de Cambridge), Bertrand, director do laboratório do Instituto Pasteur; Portier, assistente do laboratório de fisiologia da Sorbonne; Richard, director do Museu oceanográfico de Mónaco; Sanerwein, oficial de marinha francesa, e Neveu- Lemaire, zoologista.

25.1847- Encontra-se no porto da Horta a barca americana “Concórdia”.

26.1900- Encontra-se a passar a época estival, com a sua Família, no seu “chalet”, localizado no caminho do concelho (defronte da Canada do Porto) da freguesia dos Biscoitos, o Sr. Conde Sieuve de Menezes. 

27.1923- Nasce na cidade de Angra do Heroísmo, freguesia da Sé, João Dias Afonso.

28.1900- Acompanhados por um polícia da guarda civil, são enviados para a ilha de S. Miguel alguns mancebos que se encontravam detidos na cadeia d’Angra.

29.1902- O Dr. António da Fonseca Carvão director da Escola Distrital de Angra do Heroísmo dá a conhecer o livro de que é autor “Apontamentos para lições de pedagogia”.

30.1903- Da autoria do Sr. Augusto Fournier Monteiro, director das obras municipais, encontra-se concluído o projecto das obras a realizar no adro da Sé d’Angra.

31.1902- O Agrónomo João Nogueira de Freitas confirma as suas suspeitas da existência de míldio em vinhas no concelho de Angra do Heroísmo.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya


terça-feira, 1 de julho de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – JULHO (6)

As anteriores aqui

Biscoitos (ilha Terceira) 1934 - Casa Agrícola Brum- Da esquerda: José Berbereia, Manuel Gonçalves Toledo Brum,  Fernando Linhares Brum, António Ramos, Miguel Forjaz, António Lino e Armando Mendonça. Em baixo: António Linhares, Pires Toste, Paulo Marques.

1.1901- A bordo do couraçado “D. Carlos” chegam a Angra do Heroísmo Suas Majestades El-Rei o Senhor D. Carlos I e a Rainha a Senhora D. Amélia.

2. 1901- Estão fundeados na baía d’Angra alguns navios de guerra, o iate real “Amélia” a canhoneira Sado e o rebocador do arsenal de marinha Berrio.

3. 1901- Suas Majestades visitam S. Mateus e de S. Bartolomeu, freguesias do concelho de Angra. 

4. 1901- O programa da visita régia inclui um almoço no Paul. O Pavilhão onde Suas Majestades assistem à revista de pecuária é da autoria de Rafael Bordalo Pinheiro e foi construído pelo empreito Sr. João da Ponte. 
Em frente da tribuna real fazem guarda de honra mais de 100 pastores, trajados a rigor, e os criadores do gado que estão na revista agrícola.
Concorrem à Revista Agrícola 238 vacas leiteiras e seus bezerros, 80 novilhos, 4 toiros mansos, 118 toiros bravos e 1200 reses jungidas aos 600 carros. Na Serra e planície pastam mais de 1.400 cabeças de gado. Presentes nesta festa mais de 30.000 pessoas e 10 guardas civis.
Ao terminar a passagem é ordenhada uma vaca diante do pavilhão, sendo oferecidas a Suas Majestades e comitiva taças de leite que bebem com agrado.
Entre outras especialidades gastronómicas o almoço inclui Pasteis de Lapas e a Alcatra. E entre os melhores vinhos nacionais e franceses os açorianos: “Candelária”, produzido na Ilha Terceira, vinho Graciosa, e vinho Casteletes, da ilha de São Jorge. 
Durante a estada no Paul é oferecido, pelo Sr. José Luiz Sequeira, dois exemplares do cão de fila da ilha Terceira (Rabo Torto) a S. M. a Rainha D. Amélia. 

5.1901- Continua aberta a exposição de 40 cartões postais (fotografias referentes a Angra do Heroísmo e costumes terceirenses) da autoria de António José Leite.

6. 1903- A Ilha Graciosa exportou centeio: 2,258 litros = 120#000reis. Cevada: 309.280 litros = 8.550#000reis. Chicharão. 8.369 Litros = 460#000 reis.

7.1900- Abre a escola primária na fortaleza de S. João Baptista, em Angra do Heroísmo, para os filhos dos soldados operários da oficina do trem. 

8. 1897- Realiza-se na baía da Horta, ilha do Faial, um deslumbrante passeio marítimo, promovido pelo director da Alfandega, a fim de comemorar o 4º centenário da partida de Vasco da Gama para a descoberta da Índia.

9. 1897- Entra no porto da Horta, após ter estado em sondagens no “Banco Princesse Alice”, a canhoneira “Açor”.

10.1897- É comercializado na ilha Terceira milho, importado da América, a 400 réis por cada 15 litros, equivalentes a 1 alqueire das antigas medidas.

11.1902- A ilha Terceira exporta 34.000 quilos de trigo no valor de 10.200#000 reis.

12. 1902- Encontra-se na ilha de S. Miguel a Companhia do Ginásio, de Lisboa, fará dez espetáculos 

13. 1903- O “D. Maria” carrega no porto de Angra 30 moios de milho com destino à ilha das Flores.

14.1934- José Berbereia, António Ramos, Miguel Forjaz, António Lino, Armando Mendonça, António Linhares, Pires Toste e Paulo Marques visitam, nos Biscoitos (ilha Terceira), o amigo Manuel Gonçalves Toledo Brum.

15.1865- É arrematada, por 4 contos de réis, a obra para a reedificação da Igreja da Fortaleza de São João Baptista, em Angra do Heroísmo.

16.1903- A Recreio dos Artistas, de Angra do Heroísmo, assinala o 26.º aniversário da sua fundação. Por tal motivo a filarmónica assistiu na igreja do Colégio a uma missa na capela de N. S. do Carmo, sua padroeira

17. 1952 - Reúnem-se no antigo Centro Trasmontano (Brasil), 57 idealistas com a fim de fundarem a Casa dos Açores do Rio de Janeiro.  Ideia lançada por Vitorino Nemésio

18. 1903- A ilha Terceira exporta 1.555:600 litros de trigo, no valor de 62.225#000 reis. A ilha Graciosa exporta 440.700 litros de vinho = 35.900#000 reis. 

19.1900- É exonerado do cargo de reitor do Liceu d’Angra o Dr. João Álvaro de Brito e Albuquerque

20.1948- O Professor Álvaro de Castro Meneses é admitido e inscrito como sócio n.º165 da Rádio Club de Angra.

21.1900- Chega a Angra o cirurgião militar José A. Campos.

22.1900- O professor primário Luís da Rocha leva a exame vinte alunos, ficando todos aprovados, quatro deles com distinção.

23. 1926- Falece em Ponta Delgada, ilha de S. Miguel, o Coronel Afonso de Chaves, geofísico e meteorologista.

24.1903- É empossado notário na Vila de Santa Cruz da Graciosa o Sr. António Simas de Mendonça.

25.1900- Regressa à ilha Terceira o Dr. José Pimentel Homem de Noronha, deputado pelo concelho da Praia da Vitória e Presidente da Câmara de Angra do Heroísmo 

26. 1900- Falece às 22 horas em Angra do Heroísmo o Dr. José Augusto Nogueira Sampaio.

27. 1840- Nasce, em Ponta Delgada, José Joaquim de Sena Freitas.

28.1870- Falece na Quinta da Misericórdia, Pico da Urze, em Angra do Heroísmo, o dispo desta diocese D. Frei Estevam de Jesus Maria.

29.1848- O vapor inglês “Dee” toca o porto da Horta.

30.1900- A ilha de S. Jorge exporta 106.000 quilos de manteiga no valor de 65.000#000 reis.

31. 1900- Cessa a circulação e validade do papel selado antigo tipo.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya

segunda-feira, 30 de junho de 2014

quinta-feira, 26 de junho de 2014

MARCHA DOS VETERANOS - SANJOANINAS 2014

Calceteiros Angrenses (20)

O anterior AQUI

Marcha dos Calceteiros - Vídeo
Uma homenagem aos Calceteiros Angrenses

domingo, 22 de junho de 2014

Embaixador da China nos Açores



O Embaixador em Portugal da República Popular da China Huang Songfu encontrou-se nos Açores com o tranquilo Donatário e o generoso Chico Maria. O Museu do Vinho da Casa Agrícola Brum foi o local escolhido. 
À saída não foram prestadas declarações. No entanto “Bagos de Uva” sabe que as conversações foram bastante frutíferas, contribuindo para tal o facto de os vinhos produzidos pela família Brum falarem chinês.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Calceteiros angrenses (19)

O anterior AQUI

Marcha dos Calceteiros - Veteranos 2014 . Vídeo

 Edição: Francisco Veloso


 Marcha dos Veteranos
Uma homenagem aos Calceteiros Angrenses




domingo, 8 de junho de 2014

Resplendor do Senhor Santo Cristo

"Esplendor e Glória"

Ponta Delgada (1957) Procissão do Senhor Santo Cristo dos Milagres

A Irmandade do Senhor Santo Cristo e muitas centenas de fiéis opõem-se à presença do resplendor do Senhor Santo Cristo dos Milagres, na exposição "Esplendor e Glória", entre Junho e Outubro de 2014, no Museu de Arte Antiga, em Lisboa. 

sexta-feira, 6 de junho de 2014

À procura de Malcolm Clarke


No âmbito da criação dum espaço expositivo dedicado ao espólio de Malcolm Clarke, o Município da Madalena comissionou uma série de intervenções de arte urbana pelo artista Luís Brum. Como resultado foram criadas duas obras. Uma na fachada do espaço de exposição, no Estádio Municipal da Madalena, e outro à saída da nova gare marítima da Madalena (Ilha do Pico). O tema e o estilo dos desenhos são, de certa forma, inspirados nos contos de Júlio Verne, onde estes titãs são ocorrências comuns.



quinta-feira, 5 de junho de 2014

Quinta Nossa Senhora das Mercês

Cultura de Açucenas


“Angra do Heroísmo – Uma vasta plantação de açucenas em flôr. À esquerda o Sr. Jorge Pereira Forjaz.
A América do Norte é o país do mundo onde são mais apreciadas as açucenas. A plantação desenvolve-se ali bem e dá uma bela flôr; mas, coisa curiosa, depois de dar a flôr a cebola (bolbo) apodrece e a planta nunca mais se reproduz. Por isso a grande Republica importa as cebolas (bolbos) de açucenas, chagando ocasiões em que as maiores se pagam a 1 dólar! Foi isto que determinou uma indústria nova nos Açores, que começou por Ponta Delgada. Hoje, Angra do Heroísmo também já exporta muitas cebolas (bolbos) de açucena para a América, devido aos inteligentes cuidados do Sr. Jorge Pereira Forjaz, cuja força de iniciativa se alia a uma acção corajosa.”

In Ilustração Portugueza- Edição semanal do jornal O SECULO- Lisboa 1915, da colecção do Sr. Eng.º João Ramos Lopes da Silva, com a devida vénia.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

domingo, 1 de junho de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – JUNHO (6)

As anteriores aqui

Freguesia dos Biscoitos. Canada do Caldeira. Ano: 1979 

1.1860- É instalada, na Praia da Vitória, a “Sociedade Harmónica Praiense”.

2. 1901- Na ilha Terceira o alqueire de milho custa 500reis.

3.1979- Na sequência dum voto ao Senhor Espírito Santo, um emigrante biscoitense, residente nos EUA, compra a maior junta de bois existentes na ilha Terceira, repartindo a carne dos mesmos pelas casas da freguesia dos Biscoitos. Os corpulentos animais foram criados em pastos da freguesia das Fontinhas

4.1832- A capitania dos Açores é elevada à categoria da provincia de Portugal.

5.1902- A Saboaria Fabril Terceirense, propriedade de Bello&Freitas, coloca no mercado o sabonete ácido fénico.

6. 1829- Os escaleres da nau “D. João VII”, que estão fazendo parte do bloqueio da ilha Terceira, tomam de assalto um iate fundeado na baía do Fanal.

7. 1901- Vindo de Nova Iorque com destino a Génova, passa ao largo da ilha Terceira o vapor “Aller” da North German Lloyd Steamship, entregando um caixote, contendo diversa correspondência para diversos pontos da Europa e América, a uma tripulação de um barco de pesca, tendo a alfandega o encaminhado ao seu destinatário, o cônsul alemão Sr. João Carlos da Silva. O “Aller” leva a bordo 184 passageiros de 1ª classe e 200 de 3ª classe.

8. 1971- É adquirido na freguesia dos Biscoitos a casa junto à Igreja do Imaculado Coração de Maria destinada a Passal.

9. 1966- É inaugurada na cidade de Ponta Delgada a Clínica do Bom Jesus.

10.1901- Incluída no programa de recepção de Suas Majestades, realiza-se em Ponta Delgada, ilha de S. Miguel, uma Exposição de Industrias, Artes e Ciências e uma Feira Franca.

11. 1902- Encontra-se em Angra do Heroísmo o sacerdote Feliciano António da Silva Reis, cónego honorário da Sé de Luanda e vigário da Praia do Almoxarife, ilha do Faial.

12. 1895- Nasce na freguesia das Cinco Ribeiras, concelho de Angra do Heroísmo, João Caetano da Rocha, “O Massica” distinto cantador/improvisador. 

13.1941- São sentidos durante o dia vários abalos sísmicos na ilha Terceira.

14.1903- A ilha de São Jorge exportou 8.100 quilos de óleo de baleia, no valor de 750#000 reis, e a ilha Graciosa9.600 quilos no valor de 1.500#000 rs. 

15- 1841- É sentido um forte abalo sísmico, pelas 03h30, que muito danificou a Praia da Vitória e outras freguesias, como Fontinhas, Vila Nova, Agualva e S. Sebastião. 

16- 1903- É nomeado imediato do vapor “D. Maria” da Empresa Andressen, o oficial de marinha mercante o Sr. João Baptista Borges do Canto, natural da ilha Terceira.

17- 1902- Encontra-se na Horta a escritora e directora da Sociedade “Futura” Maria Olga de Morais Sarmento da Silveira.

18.1974- Richard Nixon, presidente dos Estados Unidos, faz uma paragem na Base das Lajes.

19. 1903- A Loja Havaneza em Angra do Heroísmo vende manteiga cozida, com especial tempero para massas, a 500 reis o quilo.

20. 1903 - Dá entrada na baía de Angra do Heroísmo a canhoneira “Açor”.

21.1847 - Os presos que estão na cadeia da Praça da Restauração (Praça Velha) da cidade d’Angra são transferidos para a nova dos Capuchos (à Guarita).

22. 1902- Realizam-se em Angra as “Festas Liberais”.

23.1903- Os Bombeiros Municipais d’Angra homenageiam os seus camaradas da Horta durante a festa realizada numa das salas do seu quartel. Presente várias autoridades das cidades e a Fanfarra dos Bombeiros da Horta que antes de deixar a Terceira saudou as Filarmónicas “Popular” e a “Recreio dos Artistas”. 

24.1900 – O cavaleiro amador Francisco Moniz Côrte-Real toureia na Praça Espírito Santo, em Angra do Heroísmo.

25- É nomeado comandante do distrito de recrutamento e reservas d’Angra o major de infantaria Jacinto Eduardo Pacheco

26. 1900- Encontra-se na baía de’Angra a canhoneira “Sado”, do comando de Amaro d’Azevedo Gomes, capitão-tenente d’armada.

27.1848- Encontra-se no porto da Horta o vapor inglês Treviot.

28.1903- A Câmara Municipal de Angra do Heroísmo prepara mais um campo de croket no Jardim Duque da Terceira.

29. 1902- Encontra-se a comandar a companhia da guarda-fiscal d’Angra o tenente Manuel de Serpa Bulcão.

30.1902- “Alfredo Mendonça & C.ª” vende, em Angra, leite pastorizado, preparado numa das suas fábricas.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya