sexta-feira, 1 de agosto de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – AGOSTO (6)

As anteriores aqui

Angra do Heroísmo. Alto das Covas

1.1736 - A Câmara da Praia, consultada pela de Angra, responde negativamente ao aumento da moeda, atribuindo-lhe novo valor, sem permissão régia.

2.1782- Nasce na ilha Graciosa António da Cunha Silveira de Bettencourt, 1.º Barão da Fonte do Mato, militar e político.

3.1900- É proibida a exportação de trigo na ilha Graciosa.

4.1903- São arrancadas em Angra as árvores que guarnecem a rampa da Rua da Esperança.

5.1900-Cada encomenda postal de Portugal, Madeira e Açores, para as cidades do Rio do Janeiro, Recife e S. Salvador, está sujeita ao porte de 975 reis em selos e tem de ser acompanhada de uma declaração para a alfândega. Não deve exceder o peso de 3 quilos nem 60 centímetros em cada uma das suas facções.  As expedições efecuam-se pelos paquetes da Mala Real Portuguesa e das companhias inglesas “Royal MailSteam Pachet” e “Pacifie Steam Navogation”. 

6.1902- O capitão de fragata engenheiro hidrográfico Schultz Xavier determina o ponto de colocação do farol na Ponta do Queimado na freguesia da Serreta, que ficará a 84 metros sobre o nível do mar.

7.1900- É vendido em Angra do Heroísmo vinho de cheiro da lavra de Evaristo Gabriel a 200 reis a canada.

8. 1860- A pedido da Câmara Municipal de Angra, como consta das actas do passado dia 4 e do dia de hoje, passa o Largo das Covas a denominar-se de 11 de Agosto e o do Colégio de Largo Prior do Crato.

9.1902- Alguns negociantes da ilha Terceira mandam buscar a Lisboa 20 moios de milho.

10.1903- A Câmara Municipal da Vila do Nordeste, toma a iniciativa do estabelecimento da indústria das rendas na ilha de S. Miguel, mandando vir mestras da ilha da Madeira.

11.1928 Nasce na freguesia do Salão, na Ilha do Faial, o cónego José Garcia.

12. 2010 -  Google capta imagens das ruas e canadas nos Biscoitos para a aplicação “Street View”.

13. 1900- Encontra-se em serviço fiscal na ilha de S. Jorge o Sr. Veríssimo J. d’Andrade, comandante da Guarda Fiscal em Angra. 

14. 1861- É criado por decreto o Curato da Serra (Santa Rita) na Serra de S. Tiago, Praia da Vitória.

15. 1900- Realiza-se em Angra uma tourada na Praça Espírito Santo.

16.1900- Realiza-se em Angra, com acostumada pompa, a festa e procissão de Nossa Senhora do Monte do Carmo.

17.1922- É firmado o primeiro registo de casamento no posto de Registo Civil da freguesia das Fontinhas, ilha Terceira.

18.1900- É nomeado delegado de saúde do distrito de Angra o médico Manuel A. Lino Jr.

19.1900- Encontra-se à venda no depósito da Fábrica de Tabacos Micaelense, na Rua da Sé, vinho de cheiro da lavra do Sr. Evaristo Gabriel, a 200 reis a canada.

20. 1911 – Falece na ilha de S. Miguel Francisco Maria Supico, jornalista, investigador, maçom e político. 

21.1949- É realizada a primeira experiência da Rádio Lajes, na ilha Terceira.

22.1920 – Nasce em Angra do Heroísmo, Manuel Coelho Baptista de Lima (BPARAH)

23.1884 - A Câmara Municipal de Angra do Heroísmo inaugura o Mercado D. Maria Pia, projectado pelo major de engenharia António Belo de Almeida. Para tal foram expropriadas as casas dos Srs. José Maria Branco e Manuel José Botelho, pela quantia de 2:390 # 000 reis.

24.1902- De passagem para a Horta, encontra-se no porto de Angra do Heroísmo o iate “Princesse Alice” do Príncipe de Mónaco. Na companhia de S. Alteza desembarcam os Srs. Buchanan (Universidade de Cambridge), Bertrand, director do laboratório do Instituto Pasteur; Portier, assistente do laboratório de fisiologia da Sorbonne; Richard, director do Museu oceanográfico de Mónaco; Sanerwein, oficial de marinha francesa, e Neveu- Lemaire, zoologista.

25.1847- Encontra-se no porto da Horta a barca americana “Concórdia”.

26.1900- Encontra-se a passar a época estival, com a sua Família, no seu “chalet”, localizado no caminho do concelho (defronte da Canada do Porto) da freguesia dos Biscoitos, o Sr. Conde Sieuve de Menezes. 

27.1923- Nasce na cidade de Angra do Heroísmo, freguesia da Sé, João Dias Afonso.

28.1900- Acompanhados por um polícia da guarda civil, são enviados para a ilha de S. Miguel alguns mancebos que se encontravam detidos na cadeia d’Angra.

29.1902- O Dr. António da Fonseca Carvão director da Escola Distrital de Angra do Heroísmo dá a conhecer o livro de que é autor “Apontamentos para lições de pedagogia”.

30.1903- Da autoria do Sr. Augusto Fournier Monteiro, director das obras municipais, encontra-se concluído o projecto das obras a realizar no adro da Sé d’Angra.

31.1902- O Agrónomo João Nogueira de Freitas confirma as suas suspeitas da existência de míldio em vinhas no concelho de Angra do Heroísmo.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya